Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Setembro, 2012

Supõe-se que um fim-de-semana

»»»»» Relato de um breve encontro de dois rapazes, no tempo de um Weekend (Andrew Haigh , 2011), que evolui segundo um modo ao mesmo tempo ilustrativo e pedagógico. Ilustrativo por, na linha de uma persistente tradição realista-verista do cinema britânico, ilustrar a vida, perspectivas e projectos, de dois rapazes vulgares de vertente gay. Pedagógico pela relação que estabelecem, nesse supõe-se que fim-de-semana, que filmicamente se ressente enquanto um tempo mais dilatado, e pelas muitas conversas entre eles: essa relação e essas conversas revelam-instituem padrões de comportamento inter-relacional e de conceituação e pre-conceituação próprias da actual reflexão do homossexual jovem perante a sua situação ontológica. Anoto, quanto a isto, uma confissão de um dos protagonistas, o mais ancorado num contexto familiar funcionalmente e ritualmente normalizado: ele confessa ao namorado de fim-de-semana que no seu apartamento, sozinho consigo mesmo, se sente confortável e reconciliado mas, quando sai para o trabalho, ou para as reuniões familiares, sente-se como se estivesse num estado de “indigestão”, assim traduzindo, em termos do aparelho gastro-intestinal, o que correntemente se entende por tensão, a permanente tensão social que condiciona o ser homossexual.

António Sá

[24.09.2012]

Anúncios

Read Full Post »